Pediatria

sexta, 09 21st

Last updateTer., 04 Ago. 2015 4pm

O Departamento  de Pediatria do Hospital de Santa Maria/CHLN,EPE considera a Melhoria da Qualidade como uma das suas prioridades.

Definimos a  Qualidade em Saúde como a prestação de cuidados de saúde acessíveis e equitativos, com um nível profissional óptimo, com os recursos disponíveis e a adesão e satisfação das crianças e famílias.

Este processo envolve Ciclos de melhoria contínua da qualidade através da identificação sistemática de problemas e oportunidades com o objectivo de os solucionar ou melhorar, estabelecer padrões  desejáveis e realistas, identificar e actuar sobre os pontos críticos, planear e implementar as mudanças, monitorizar e avaliar.

Uma cultura de qualidade, de segurança e de melhoria contínua adoptada pelos profissionais de saúde através de um processo de Acreditação aumenta a confiança do cidadãos nacional e estrangeiro e dos profissionais nas unidades de saúde.

Optámos, com o acordo do Conselho de Administração do HSM/CHLN,EPE pelo MODELO NACIONAL DE ACREDITAÇÃO EM SAÚDE (69/2009, de 31 de Agosto) adoptado da Agencia de Calidad Sanitaria de Andalucía – ACSA como modelo oficial para as Instituições do Serviço Nacional de Saúde.

Tem as seguintes características:

  • Assenta em três pilares básicos: gestão por processos, gestão clínica e gestão das competências agregados em três grupos de standards;
  • Avalia a integração desses processos bem como o grau de cumprimento dos acordos e gestão contratualizados;
  • Exige a integração dos vários níveis de prestação de cuidados de saúde e a avaliação da efectividade das medidas tomadas através de um conjunto de indicadores;
  • Valoriza, especialmente:

Os direitos dos cidadãos;

A segurança do doente e dos profissionais;

As competências profissionais e a formação continua acreditada;

A transparência e a ética na actuação e informação prestada;

Os requisitos de rigor técnico e científico na prestação dos cuidados de saúde;

Os resultados dos processos de saúde;

A percepção pelo doente dos cuidados de saúde que lhe são prestados.

METODOLOGIA

Este modelo baseia-se no conceito de auditoria interpares e apoia-se numa metodologia de autoavaliação que fomenta o trabalho em equipa e a partilha do conhecimento.

Dispõe de uma ferramenta informática, desenhada especificamente para este modelo, a qual serve de suporte a todos os processos de avaliação, permitindo aos avaliadores o acompanhamento de todo o processo, antes da visita de avaliação.

NIVEIS DE ACREDITAÇÃO

Numa perspectiva da melhoria contínua existem três níveis de acreditação, com complexidade e exigência progressiva.

DISTRIBUIÇÃO DOS STANDARDS POR GRUPOS: Os standards distribuem-se por três grupos de complexidade crescente. Permite à Unidade de Gestão Clínica que entra em programa de acreditação identificar como se posiciona face aos mesmos e decidir qual o nível de acreditação a que se propõe.

ESTRUTURA DO MANUAL DE STANDARDS:

Contempla cinco dimensões e cada uma inclui um conjunto de requisitos normativos que constituem o Manual de Standards para acreditação das Unidades de Gestão Clínica. Está estruturado em cinco blocos e onze critérios.

I – O cidadão, como centro do Sistema de Saúde: Utentes satisfação, participação e direitos; Acessibilidade e continuidade assistencial; Documentação clínica.

II – Organização da actividade centrada no utente: Gestão de planos e processos assistenciais integrados; Actividades de promoção da saúde e programas de saúde; Direcção da Unidade de Gestão Clínica.

III – Os profissionais: Os profissionais, desenvolvimento profissional e formação

IV – Processos de suporte: Estrutura, equipamento e fornecedores; Sistemas e tecnologias da informação e comunicação; Sistema da Qualidade

V – Resultados: Resultados da Unidade de Gestão Clínica

FASES DO PROGRAMA DE ACREDITAÇÃO

Fase 1 – Preparação. Candidatura à acreditação e visita de apresentação.

Fase 2 – Enfoque Interno: Auto Avaliação

Fase 3 – Enfoque Externo: A Visita de Avaliação e Relatório

Fase 4 – Acompanhamento e colaboração entre a Unidade de gestão clínica e a equipa de Acreditação.

Está em... Entrada Qualidade Melhoria da qualidade como prioridade